Andebol: Cabo Verde soma e segue

12 de Setembro 2011, 00:56

Um jogo que teve dois cenários interessantes e que ditou a vitória da equipa visitante foi o que se viu no jogo de Andebol entre Moçambique e Cabo Verde, na noite desta sexta-feira, dia 9, no Pavilhão de Académica, em Maputo, onde Cabo Verde levou a melhor e garantiu os quartos-de-final.

Os primeiros 30 minutos de jogo foram dominados pela equipa da casa, e a alegria pairava nos olhos dos adeptos. Mas a equipa de cabo-verdiana foi mais inteligente e conseguiu dar a volta ao resultado.27/26 foi o resultado final desta partida e Cabo Verde mostrou-se bastante feliz.

"Foi um jogo muito difícil. É a primeira vez que a equipa nacional sénior participa de um torneio destes e sem contar que todas as atletas são muito novas", afirmou o treinador Pierre Malfoy.

Para a capitã da equipa, Patrícia, "a equipa bloqueou, estava nervosa e o facto de estarmos a jogar fora de casa, foram alguns dos factores que ditaram o fracasso na primeira parte do jogo". Segundo Patrícia, a estratégia para ganhar neste jogo foi mexer mais. "Estávamos muito acomodadas e sem correr. O segredo para esta e próximas vitórias é mexer mais", ditou a capitã da equipa.

Apesar da derrota de Moçambique, o treinador cabo-verdiano parabenizou a equipa moçambicana e ficou satisfeito por ver que a equipa nunca baixou os braços.

MOÇAMBIQUE PERDE E FICA PELO CAMINHO

A selecção moçambicana de Andebol não conseguiu passar para os quartos-de-final, isto porque "há mais de 12 anos que as atletas não entram em competição e desconheciam por completo as adversárias", afirmou o treinador da selecção feminina de Andebol, Elias Come.

Depois da derrota frente a Camarões, a equipa moçambicana lutou até ao fim, mas a estratégia das cabo-verdianas foi a melhor e conseguiu fazê-las passar para a fase final.

"A derrota de Moçambique frente a Cabo Verde é consequência de uma paragem de 12 anos que a selecção teve em relação às outras selecções. Viemos a este evento sem nenhuma noção das outras selecções e isso não ajudou". Para terminar, Elias Come assumiu as culpas e prometeu fazer melhor nas próximas competições.

SP

SAPO

Comentários



Banca de Jornais

Votação