Natação já treina na Piscina Olímpica do Zimpeto

26 de Agosto 2011, 15:39

A selecção nacional de natação já está a treinar-se na piscina olímpica do Zimpeto recentemente construída pelo consórcio português Mota-Engil/Soares da Costa e que foi sábado último entregue ao Comité Organizador dos Jogos Africanos.

Os sete nadadores moçambicanos que vão representar o país na olímpiada africana estão a dar as primeiras braçadas nesta piscina de 50 metros de cumprimento e 20 de largura, como forma de ganharem vantagem sobre a concorrência, assim como para remineralizar-se com este recinto, após cumprirem uma preparação de mais de um ano em piscinas sem dimensões olímpicas.

Após o primeiro contacto com esta piscina, os nadadores da casa dão nota positiva e esperam que a banheira olímpica do Zimpeto constitua factor motivador para melhorarem as suas marcas.

“A piscina é muito boa, é bonita estamos a treinar e esperamos dar tudo. A piscina vai ajudar porque nós para melhorarmos os nossos tempos precisamos de uma piscina de 50 metros, treinávamos na piscina de 25 metros. Os atletas que vêem de fora vão treinar aqui e nós temos que estar preparados”, disse a nadadora Faina Salate após o treino desta sexta-feira, tendo acrescentado que “Moçambique tem chances de conseguir medalhas nas estafetas e algumas provas individuais e a piscina está em boas condições, estão a aquecer a águas que é um aspecto importante”.

Por seu turno, o seleccionador nacional de natação, Eduardo Santos, disse que a preparação dos nadadores moçambicanos melhorou substancialmente a partir do momento em que começaram a treinar nesta piscina, afirmando que “é disso que nós precisávamos, infelizmente chegou um bocadinho tarde, mas estamos a tentar minimizar aquilo que foi a falta que nós tivemos, o espirito dos nadadores está melhor e nós vamos tentar tirar dividendos desta infra-estrutura”.

Para além dos atletas que já trabalham na piscina olímpica do Zimpeto Moçambique vai contar com os préstimos do nadador Shakil Camal, que se encontra a observar a sua preparação na Austrália e Jéssica Viera que está radicada em Portugal.

O seleccionador nacional Eduardo Santos acredita numa boa prestação dos nadadores moçambicanos nesta prova. “Nós vamos à competição, nós vamos à luta, sem esquecer que a natação africana tem campeões do mundo, e até bem pouco tempo estiveram em Xangai no Campeonato do Mundo, alguns atletas são campeões do mundo vão estar aqui presente, nós vamos à luta, nós também temos os nossos trunfos vamos esperar para ver, mas nossa expectativa é chegar ao maior número de finais possíveis”.

As provas de natação terão lugar entre os dias 5 e 10 de Setembro e 26 países estão inscritos nesta prova, com destaque para a áfrica do Sul, Egipto e Zimbabweano que vão trazer a Maputo os seus melhores nadadores.

Alfredo Lituri (Texto e Fotos)

SAPO MZ

Comentários



Banca de Jornais

Votação