PetroSA garante transporte de amostras para testes anti-doping

30 de Agosto 2011, 14:22

A empresa sul-africana PetroSA, que opera mo ramo de petróleos, acaba de garantir o financiamento para o transporte, para a África do Sul, das amostras que serão colectadas para o teste anti-doping durante os décimos Jogos Africanos Maputo 2011, na sequência de um contrato de patrocínio rubricado esta tarde com o Ministério da Juventude e Desportos (MJD).

Este patrocínio está avaliado em 300 mil dólares americanos e coube ao Secretário Permanente do MJD, João Lofort, e ao Director da PetroSA, Kaizer Nyatsumba, colocarem o preto no branco em relação a este acordo de patrocínio.

O acto foi testemunhado pelo Vice-Ministro dos Desportos, Carlos de Sousa, que revelou o destino deste apoio, afirmando que “este valor será aplicado no transportes das amostras colhidas para análise para o laboratório que esta em Bloefontein, na África do Sul, que é o único na nossa região autorizado para efectuar os testes anti-doping”.

Kaizer Nyatsumba explicou que a participação da companhia da terra do rand neste evento, pretende-se com o facto de a PetroSA ver na “10ª edição dos Jogos Africanos como uma oportunidade de publicitar a marca da empresa e mostrar um sinal de confiança nos jovens africanos e moçambicanos que procurarão chegar a melhores marcas e prepararem-se para os Jogos Olímpicos de Londres 2012”.

Esta não é a primeira empresa estrangeira que junta-se à organização dos Jogos Africanos que conta com apoio de algumas multinacionais como a Coca-Cola, Hyundai, entre outras que irão prestar os seus serviços para o sucesso do evento.

Instado a comentar este facto, o Vice-Ministro Carlos de Sousa disse que a abertura a patrocinadores oriundos de fora de Moçambique tem haver com o facto de “estes não serem apenas a festa da juventude moçambicana, mas dos jovens de todo continente africano”.

Até ao início desta tarde, 20 países já estavam com os seus atletas em Maputo, esperando-se que até à data do início das provas estejam na capital moçambicana perto de 6500 atletas em representação de 47 países inscritos para participar na 10ª edição dos Jogos Africanos.

Alfredo Lituri (Texto e Foto)

SAPO MZ

Comentários



Banca de Jornais

Votação